Gerencia de riesgos y seguros - Número 125

Menu
O mercado de seguros na América Latina em 2015

O mercado de seguros na América Latina em 2015

By In Destacados 2, Informes On 8 May, 2017


El mercado asegurador latinoamericano en 2015

O relatório elaborado pelo Serviço de Estudos da MAPFREaborda, entre outros tópicos, as principais tendências e os graus de cobertura na América Latina dos mercados seguradores que compõem a região. Ele também inclui os rankings totais de vida e não vida para cada mercado, assim como as principais mudanças regulatórias.

Em 2015 o seguro latino-americano registrou faturamento em prêmios de quase 139 bilhões de dólares (US), o que equivale a 2,86 do PIB regional.

A brecha de proteção do seguro (BPS), ou seja, a diferença entre a cobertura do seguro considerado ideal para cada economia e a que existe de fato, diminuiu na grande maioria dos países da América Latina na última década em relação ao tamanho de seus mercados de seguros.

O relatório, que analisa a evolução do setor de seguros desde 2005 em 18 países latino-americanos, determina que esta brecha de cobertura de seguro é altamente correlacionada com o crescimento dos mercados. Quantitativamente, a BPS diminui à medida que aumenta o índice de penetração (prêmios com relação ao produto interno bruto). E, numa perspectiva qualitativa, ela também tende a diminuir à medida que os mercados vão se sofisticando e amadurecendo. O índice de penetração de seguro na região (prêmios/PIB) subiu para 2,86 por centoem 2015, o que representa um aumento de 1,02 ponto porcentual nos últimos dez anos.

Em termos gerais, o crescimento econômico sustentado pela maioria dos mercados durante a década em um contexto de baixa inflação, o aumento da renda pessoal disponível, o desenvolvimento dos sistemas financeiros, asmelhorias no marco regulatório e aspolíticas ativas destinadas a aumentar a cultura financeira são elementos que contribuíram para o desenvolvimento do setor de seguros e para aumentar o grau de cobertura seguradora na região na última década (2005-2015).

O relatório, elaborado pelo Serviço de Estudos da MAPFRE, também calcula o Índice de Evolução do Mercado (IEM) para cada um dos países da região. Este indicador considera a interação de um conjunto de fatores que afetam o desenvolvimento da atividade seguradora: o índice de penetração, o índice de aprofundamento (prêmios de seguros de vida em relação aos prêmios totais do mercado), bem como a magnitude da BPS tanto no mercado em geral quanto no segmento dos seguros de vida. Na medição realizada desde 2005, o IEM cresceu51,3 por centono conjunto dos países da região, o que comprova o avanço e a consolidação da indústria de seguros na América Latina.

O seguro crescerá na maioria dos países

Apesar da desaceleração de algumas economias, em 2015 o setor de seguros latino-americano registrou faturamento em prêmios de 138,7 bilhões de dólares (US). Com base nas previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para os próximos três anos e outras variáveis econômicas, o Serviço de Estudos elaborou modelos de prognóstico de crescimento para o mercado de seguros, em moeda local, em cada um dos países da região para o exercício de 2016. A previsão é de crescimento em todos os países, exceto no Equador, cuja economia, segundo as estimativas do IMF, estará em recessão nos próximos três anos.

As estimativas sobre o nível de crescimento são um elemento valioso na infraestrutura dos mercados, já que podem contribuir tanto para o planejamento empresarial quanto para a concepção de políticas públicas que, em conjunto, facilitem e promovam o desenvolvimento do setor de seguros. Por esta razão, o Serviço de Estudos da MAPFRE publicará estas previsões periodicamente, de modo que esta ferramenta seja mais um elemento de contribuição eficaz para o crescimento da atividade seguradora.


About the Author

rv_fundacion

Comments are closed here.